PowerConnect 5448

Servidores, Storage & Networking

Servidores, Storage & Networking
Procurando por soluções de negócio mais eficientes? Encontre aqui dicas, tutoriais e respostas para suas dúvidas sobre Servidores, Storage e Redes.

PowerConnect 5448

  • Boa noite,


    Possuo dois Switch PowerConnect 5448 na empresa onde trabalho, sendo um no escritório e outro na sala dos Servidores. Ambos switchs estão em redes separadas. Afim de melhorar o acesso a rede dos servidores que hoje funciona por VPN uma vez que tenho um link de internet para o escritório e outros para os servidores preciso criar vlans nos dois switchs e habilitar o trunk para a comunicação entre as VLANS. Tentei realizar testes porém sem sucesso. Efetuei as seguintes configurações:

    SW1:

    VLAN 10 = DC

    Porta: G22 / Port Mode: Access

    Porta G48 = Port Mode: Trunk

    SW2:

    VLAN 10 = DC

    Porta: G33 / Port Mode: Access

    Porta G48 = Port Mode: Trunk

    Porém quando apliquei as configurações os hosts conectados as portas G22 no SW1 e G33 no SW2 não se comunicaram entre si e nem com os demais hosts em cada lado do Switch que estavam conectados. Tentei marcar as porta com Tagged porém via Interface Web ele não permitia aplicar a configuração. Desfiz as configurações realizadas pela interface Web e as refiz via console, porém  também não funcionaram. Alguém poderia me dar uma luz? Outra coisa que não encontrei nesse switch foi DHCP Relay ele não suporta?

  • Olá, boa tarde  Henrique.

    Este switch trabalha na camada-2 do modelo OSI, logo este produto não tem funcionalidades para rotear o trafego de um segmento de rede para outro.

    A configuração ideal é configurar um trunk entre os 2 switches, taggeando as VLANs de um switch para outro e todas as portas de acesso (desktop, notebook, servidor) como untagged – conforme segue:

    Para rotear este trafego será necessário um elemento de camada-3 (switch layer-3 ou roteador), desta forma será possível uma VLAN “enxeregar” a outra – conforme segue

    A estrutura acima se chama router-on-stick, onde a segmentação da rede é feita através de VLAN. Nesta estrutura não haverá comunicação das máquinas da VLAN-10, com as máquinas da VLAN-20 do mesmo switch nem do outro switch caso não seja inserido a figura de um roteador (ou switch layer-3).

    Recomenda-se que este roteador suporte o standard IEEE 802.1Q para que em cada interface de intercomunicação 1 e 2 (do exemplo) possam “taggear” as VLANs 10 e 20 ao roteador. Após isto, o roteador fará a sua função: roteando o trafego de uma VLAN a outra.