PowerEdge 6248 como default gateway da rede

Servidores, Storage & Networking

Servidores, Storage & Networking
Procurando por soluções de negócio mais eficientes? Encontre aqui dicas, tutoriais e respostas para suas dúvidas sobre Servidores, Storage e Redes.

PowerEdge 6248 como default gateway da rede

Esta pergunta foi respondida Dell-Ananda S

Temos 2 switches 6248 em Stack com somente uma VLAN e temos 1 sonicwall 2400 como default gateway da rede. Ultimamente o sonicwall tem dado umas travadas e quando isso acontece, toda a rede fica muito lenta. Até as aplicações internas param de responder. Para a rede voltar ao funcionamento normal precisamos reiniciar o sonicwall.

Estava pensando em colocar o switch 6248 como default gateway da rede, porque se o sonicwall parar de responder só ficaremos sem internet. As aplicações internas continuarão funcionando normalmente.

É possível? Se for possível como posso fazer?

Obrigado.

Resposta verificada
  • Olá, Gilmar! Tudo bem?

     

    Sua demanda é muito interessante e reflete muito bem como o aumento do tráfego pode afetar o design da solução de rede.

     

    Pelo que podemos entender do que você descreveu, o roteamento atualmente está sendo feito pelo SonicWall e existe apenas uma VLAN sendo usada.

     

    A sua idéia de realizar o roteamento pelos switches na stack pode vir a aliviar o sintoma de travamentos do SonicWall, porém é uma solução paliativa e não definitiva. Caso o SonicWall possua algum problema ele ainda vai ficar travando. O fato de ele causar impacto em todo o resto da rede só reforça esta tese.

     

    De qualquer forma, realizar o roteamento nos switches pode ser uma idéia muito boa. Mas este valor só se torna evidente quando você possui mais de uma VLAN. Por exemplo, se você tiver uma VLAN por departamento. Digamos:

     

    VLAN 10 = Diretoria

    VLAN 20 = Vendas

    VLAN 30 = Engenharia

    VLAN 40 = Financeiro

    VLAN N = Depto. X etc...

     

    Aí então você divide a rede em faixar de endereços IP que são restritos ‘aquelas VLANs. Assim:

     

    VLAN 10 = 192.168.10.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.10.1

    VLAN 20 = 192.168.20.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.20.1

    VLAN 30 = 192.168.30.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.30.1

    VLAN 40 = 192.168.30.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.30.1

    VLAN N = 192.168.N.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.N.1

     

    Mas aí você já deve estar se perguntando: “Mas e o switch nessa história toda?”, é aí que entra a configuração de Inter-VLAN-Routing. Faríamos assim:

     

    Na linha de comando do switch, no modo de configuração global, entrar com o comando:

     

    Switch(config)# ip routing

     

    Partindo do princípio que o seu switch stack já tem um endereço IP de gerência 192.168.1.10 e que o IP do SonicWall é 192.168.1.1, teremos que configurar a rota padrão assim:

     

    Ip route 0.0.0.0 0.0.0.0 192.169.1.1

     

    Detalhe importante, Gilmar: o SonicWall tem que possuir uma rota de retorno para as redes conectadas no switch stack. Não cabe a este fórum saber esta configuração. Por favor, veja a documentação ou o suporte do SonicWall.

     

    Certo, mas ainda não teríamos as VLANs criadas. Vamos criar com:

     

    Switch(config)# vlan 10

                    Name DIRETORIA

    Exit

    Vlan 20

    Name VENDAS

    Exit

    Vlan 30

    Name Engenharia

    Exit                                                                 

    Vlan 40

    Name Financeiro

    Exit

     

     

    Em seguida, configuramos cada VLAN para ser uma interface com um IP. O endereço IP de cada VLAN é o próprio endereço do default gateway das máquinas daquela VLAN. Isto é conseguido com os comandos:

     

    Interface vlan 10

    Ip address 192.168.10.1 255.255.255.0

    routing

    Exit

    Interface vlan 20

    Ip address 192.168.20.1 255.255.255.0

    routing

    Exit

    Interface vlan 30

    Ip address 192.168.30.1 255.255.255.0

    routing

    Exit

    Interface vlan 40

    Ip address 192.168.40.1 255.255.255.0

    routing

    Exit

     

    Na sequência, precisaremos configurar as máquinas de cada departamento como fazendo parte da VLAN. Digamos que as portas 1 até 3 na unidade um da pilha , a porta 7 da unidade dois e a 12 do switch três foram mapeadas e os cabos vão mesmo para as máquinas da Diretoria. Portanto, precisamos selecionar todas estas portas e configurar para usar a VLAN 10. Estando no modo de configuração global:

     

    Interface range ethernet 1/g1 – 1/g3 , 2/g7 , 3i/g12

    Switchport mode access

    Switchport access vlan 10

    Exit

     

    E assim por diante em cada VLAN “N”.

     

    Obviamente devemos ter um servidor DHCP configurado para entregar as configurações de TCP/IP adequadas. Para cada máquina de cada VLAN. Mas isso seria uma outra configuração que não cabe responder aqui neste fórum. Por favor, procure em um fórum sobre o sistema operacional da máquina que atua como servidor DHCP na sua rede.

     

    Muito bem, dito isto, o que precisaremos fazer de configuração no switch é indicar qual é a porta que conecta o servidor DHCP e como as VLANs encaminham os pacotes específicos de DHCP. Então se o servidor DHCP tem o ip 192.168.50.10 (logo, ele está na VLAN 50 de servidores) e a porta 1/g5 conecta o danado, teremos:

     

    Interface ethernet 1/g10

    Switchport mode access

    Switchport access vlan 50

    Ip dhcp snooping trust

    exit

     

    E então no modo de configuração global, teremos:

     

    Ip dhcp snooping

    Bootpdhcprelay enable

    Bootpdhcprelay serverip 192.168.50.10

     

    Esperamos ter esclarecido bem como configurar. Em caso de outras dúvidas, Gilmar, você pode consultar a documentação deste e qualquer outro produto em dell.com/Support e entrar com a service tag do equipamento. O Portal vai trazer tudo sobre aquele equipamento. Embaixo da foto do produto, haverá um link “Manuals” onde você pode baixar todas a literatura técnica.

     

    Uma boa fonte de informação sobre como configurar é o guia de referência da interface de linha de comando (CLI):

    http://downloads.dell.com/Manuals/Common/powerconnect-6224_Reference%20Guide_en-us.pdf

     

    Também é interessante consultar o guia de configuração:

    http://downloads.dell.com/Manuals/all-products/esuprt_ser_stor_net/esuprt_networking/esuprt_net_fxd_prt_swtchs/powerconnect-6248_Reference%20Guide2_en-us.pdf

     

    Ah, sim! Não custa lembrar que estas configurações causam impacto na rede deixando algumas máquinas off-line enquanto a configuração não for corretamente completada. Faça este tipo de alteração fora do horário de trabalho normal.

     

    Boa sorte e conte com a gente para outras dúvidas que precisar.

      Ananda S
     Fórum Moderator
     Client ProSupport e Enterprise

    Chat | Twitter | Facebook | 0800 970 3355

    Verifique as instruções de atendimento para linha de servidores fora de garantia através da página www.dell.com.br/garantia  na sessão Fale Conosco. 

    Clique em   aqui em baixo caso esta postagem tenha respondido à sua pergunta.

Todas as respostas
  • Olá, Gilmar! Tudo bem?

     

    Sua demanda é muito interessante e reflete muito bem como o aumento do tráfego pode afetar o design da solução de rede.

     

    Pelo que podemos entender do que você descreveu, o roteamento atualmente está sendo feito pelo SonicWall e existe apenas uma VLAN sendo usada.

     

    A sua idéia de realizar o roteamento pelos switches na stack pode vir a aliviar o sintoma de travamentos do SonicWall, porém é uma solução paliativa e não definitiva. Caso o SonicWall possua algum problema ele ainda vai ficar travando. O fato de ele causar impacto em todo o resto da rede só reforça esta tese.

     

    De qualquer forma, realizar o roteamento nos switches pode ser uma idéia muito boa. Mas este valor só se torna evidente quando você possui mais de uma VLAN. Por exemplo, se você tiver uma VLAN por departamento. Digamos:

     

    VLAN 10 = Diretoria

    VLAN 20 = Vendas

    VLAN 30 = Engenharia

    VLAN 40 = Financeiro

    VLAN N = Depto. X etc...

     

    Aí então você divide a rede em faixar de endereços IP que são restritos ‘aquelas VLANs. Assim:

     

    VLAN 10 = 192.168.10.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.10.1

    VLAN 20 = 192.168.20.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.20.1

    VLAN 30 = 192.168.30.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.30.1

    VLAN 40 = 192.168.30.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.30.1

    VLAN N = 192.168.N.x máscara 255.255.255.0 e gateway padrão = 192.168.N.1

     

    Mas aí você já deve estar se perguntando: “Mas e o switch nessa história toda?”, é aí que entra a configuração de Inter-VLAN-Routing. Faríamos assim:

     

    Na linha de comando do switch, no modo de configuração global, entrar com o comando:

     

    Switch(config)# ip routing

     

    Partindo do princípio que o seu switch stack já tem um endereço IP de gerência 192.168.1.10 e que o IP do SonicWall é 192.168.1.1, teremos que configurar a rota padrão assim:

     

    Ip route 0.0.0.0 0.0.0.0 192.169.1.1

     

    Detalhe importante, Gilmar: o SonicWall tem que possuir uma rota de retorno para as redes conectadas no switch stack. Não cabe a este fórum saber esta configuração. Por favor, veja a documentação ou o suporte do SonicWall.

     

    Certo, mas ainda não teríamos as VLANs criadas. Vamos criar com:

     

    Switch(config)# vlan 10

                    Name DIRETORIA

    Exit

    Vlan 20

    Name VENDAS

    Exit

    Vlan 30

    Name Engenharia

    Exit                                                                 

    Vlan 40

    Name Financeiro

    Exit

     

     

    Em seguida, configuramos cada VLAN para ser uma interface com um IP. O endereço IP de cada VLAN é o próprio endereço do default gateway das máquinas daquela VLAN. Isto é conseguido com os comandos:

     

    Interface vlan 10

    Ip address 192.168.10.1 255.255.255.0

    routing

    Exit

    Interface vlan 20

    Ip address 192.168.20.1 255.255.255.0

    routing

    Exit

    Interface vlan 30

    Ip address 192.168.30.1 255.255.255.0

    routing

    Exit

    Interface vlan 40

    Ip address 192.168.40.1 255.255.255.0

    routing

    Exit

     

    Na sequência, precisaremos configurar as máquinas de cada departamento como fazendo parte da VLAN. Digamos que as portas 1 até 3 na unidade um da pilha , a porta 7 da unidade dois e a 12 do switch três foram mapeadas e os cabos vão mesmo para as máquinas da Diretoria. Portanto, precisamos selecionar todas estas portas e configurar para usar a VLAN 10. Estando no modo de configuração global:

     

    Interface range ethernet 1/g1 – 1/g3 , 2/g7 , 3i/g12

    Switchport mode access

    Switchport access vlan 10

    Exit

     

    E assim por diante em cada VLAN “N”.

     

    Obviamente devemos ter um servidor DHCP configurado para entregar as configurações de TCP/IP adequadas. Para cada máquina de cada VLAN. Mas isso seria uma outra configuração que não cabe responder aqui neste fórum. Por favor, procure em um fórum sobre o sistema operacional da máquina que atua como servidor DHCP na sua rede.

     

    Muito bem, dito isto, o que precisaremos fazer de configuração no switch é indicar qual é a porta que conecta o servidor DHCP e como as VLANs encaminham os pacotes específicos de DHCP. Então se o servidor DHCP tem o ip 192.168.50.10 (logo, ele está na VLAN 50 de servidores) e a porta 1/g5 conecta o danado, teremos:

     

    Interface ethernet 1/g10

    Switchport mode access

    Switchport access vlan 50

    Ip dhcp snooping trust

    exit

     

    E então no modo de configuração global, teremos:

     

    Ip dhcp snooping

    Bootpdhcprelay enable

    Bootpdhcprelay serverip 192.168.50.10

     

    Esperamos ter esclarecido bem como configurar. Em caso de outras dúvidas, Gilmar, você pode consultar a documentação deste e qualquer outro produto em dell.com/Support e entrar com a service tag do equipamento. O Portal vai trazer tudo sobre aquele equipamento. Embaixo da foto do produto, haverá um link “Manuals” onde você pode baixar todas a literatura técnica.

     

    Uma boa fonte de informação sobre como configurar é o guia de referência da interface de linha de comando (CLI):

    http://downloads.dell.com/Manuals/Common/powerconnect-6224_Reference%20Guide_en-us.pdf

     

    Também é interessante consultar o guia de configuração:

    http://downloads.dell.com/Manuals/all-products/esuprt_ser_stor_net/esuprt_networking/esuprt_net_fxd_prt_swtchs/powerconnect-6248_Reference%20Guide2_en-us.pdf

     

    Ah, sim! Não custa lembrar que estas configurações causam impacto na rede deixando algumas máquinas off-line enquanto a configuração não for corretamente completada. Faça este tipo de alteração fora do horário de trabalho normal.

     

    Boa sorte e conte com a gente para outras dúvidas que precisar.

      Ananda S
     Fórum Moderator
     Client ProSupport e Enterprise

    Chat | Twitter | Facebook | 0800 970 3355

    Verifique as instruções de atendimento para linha de servidores fora de garantia através da página www.dell.com.br/garantia  na sessão Fale Conosco. 

    Clique em   aqui em baixo caso esta postagem tenha respondido à sua pergunta.